Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

O Petróleo é nosso!

Ezequiel eleito Presidente da ALRN

     O governador Robson Faria tomou posse em janeiro e para alavancar o desenvolvimento do Rio Grande do Norte convocou a Assembleia Legislativa do RN para aprovar um empréstimo de R$ 850 milhões. Este dinheiro seria importante para o crescimento do nosso estado e os deputados estaduais tinham com obrigação aprova-lo já que eles foram eleitos para aprovarem tudo que for bom para o estado e para os norteriograndenses.
     Pois bem, muitos comentaram que  um grupo de deputados que queriam a reeleição de Ricardo Mota condicionaram a convocação, votação e aprovação do empréstimo ao apoio do governo a eleição da Mesa diretora da ALRN. Acordos parecem que foram feitos sustentado por interesses de poder, uma atitude antirrepublicana e maléfica à democracia e ao bem do estado.

     Após a posse dos deputados, como de costume, seria iniciado uma nova sessão para eleger a nova Mesa Diretora da ALRN, mas numa manobra histórica e com cheiro de golpe, mesmo sendo permitido pelo regimento interno da Casa, Ricardo Mota marcou a eleição para o dia seguinte, mesmo sabendo que estava derrotado, com o objetivo de tentar reverter o quadro.
     Alguns de seus aliados culparam o governador Robson Farias por tal derrota. Por que? Quem vota são os deputados? Alguns analisaram que o possível acordo pode ter envolvido o governador e que o mesmo teria cedido a uma chantagem pelo bem do estado, e na hora de pagar o "resgate" preferiu deixar a democracia prevalecer mantendo a neutralidade.
    Nos gabinetes e corredores da ALRN muitas conversas e várias hipóteses sobre o ocorrido. O final todos sabemos, vitória de Ezequiel.
     Antes da votação para presidente da ALRN, vendo que o barco estava afundando decidiram votar em Ezequiel Ferreira,   já que a derrota de Ricardo Mota era líquida e certa. Tudo bem, todo voto sempre é bem vindo. Estes votos poderiam enaltecer Ricardo Mota e seus seguidores se tivessem ocorrido no dia da posse, isso sim, seria uma atitude de maturidade democrática.

COLUNA DO DIA

AUSÊNCIAS
Na leitura da mensagem anual do governador Robinson Faria, que será feita hoje na Assembleia Legislativa, duas ausências “já confirmadas”: o  deputado estadual Ricardo Motta embarcou para uma viagem familiar, o compromisso já havia sido marcado anteriormente com a esposa. Já o deputado estadual José Dias disse que “não vai escutar adversário”.
DNA
A Legislatura nem começou direito e já é possível perceber um parlamentar “totalmente desconectado da realidade”. Há quem defenda a tese de “DNA”.
BANDEIRAS
Eis que com o desfecho da eleição para Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, as bandeiras mudaram, os palanques  de outrora já estão sendo abandonados.
MEMÓRIA
Ontem foi dia de lembranças: de personagens diferentes para uma história que se repetiu.
ROMPIMENTO
O rompimento oficial do deputado José Dias com o governador Robinson Faria ocorreu a duas horas do início da sessão de posse dos deputados estaduais. Foi na casa do governador, no Porto Brasil. No entanto, como Robinson Faria não estava (a informação dada ao deputado era que ele havia saído para uma visita dentro do próprio condomínio) José Dias comunicou a esposa do governador, Julianne Faria. Ela perguntou o que ainda poderia ser feito para evitar fato tão drástico, a resposta foi pronta: nada.
RESPOSTA
A alta cúpula ligada a Robinson Faria já garantiu que hoje ele não se esquivará de responder as críticas feitas por José Dias.
LÁGRIMAS
Os rompimentos do presente, levam a choro também familiar.
TRABALHO
E nos bastidores do que ocorreu para a eleição da Mesa Diretora, muitas histórias e fatos de tensão.
– Ontem, faltando 30 minutos para sessão ser iniciada, o deputado Raimundo Fernandes estava reunido com Álvaro Dias, ainda havia uma tentativa de “reverter” o quadro que, os fatos mostrariam mais tarde, estava consolidado.
– O deputado Ricardo Motta desistiu de disputar o pleito pouco antes de começar a sessão. Ainda buscou o “consenso”, desde que fosse ele o presidente.
– Numa das tentativas de união dos dois grupos, tentaram mudar o candidato a primeiro secretário Galeno Torquato, a resposta do deputado estreante veio rápida: não abro nem para minha mãe.
– O deputado Álvaro Dias tentou se viabilizar até o último instante como presidente. Mas constatou, na prática, que o quadro é completamente diferente e os ventos do passado “já não movem moinhos”.
PRESENÇA
Na sessão ontem de eleição da Mesa Diretora, presença no plenário, antes de ser iniciada a votação, era do prefeito de Mossoró Francisco José Júnior e do pai dele, Francisco José. O prefeito aproveitou para fazer alguns despachos da Femurn.
silveira junior edivan martins femurn

Robinson Faria convoca Assembleia para definir “o que a população espera da saúde”



O governador Robinson Faria convocou a Assembleia Legislativa para definir o que a população espera da saúde pública.
O chefe do Executivo afirmou que também espera traçar um debate, “em diálogo Executivo e Legislativo”, oferecer recuperação para tratamento da saúde “do povo do Rio Grande do Norte”. “Estendo a mão do Governo para que os deputados nos ajudem na busca dessa solução”, afirmou.
“Faremos todos os esforços para cobrir o Rio Grande do Norte dos efetivos serviços de saúde”, ressaltou.
IMG_7774

Governador Robinson Faria diz que ainda não definiu quem será o líder do Governo na AL


Ao chegar à Assembleia Legislativa para leitura da mensagem anual, o governador Robinson Faria afirmou que ainda não sabe quem será o líder do Governo na Assembleia Legislativa.
O cargo seria ocupado pelo deputado José Dias, mas este rompeu com o Governo ontem, justificando que foi “usado como vingança” do chefe do Executivo estadual.
IMG_7759.JPG

Presidente Ezequiel Ferreira em revista às tropas

O deputado estadual Ezequiel Ferreira, presidente da Assembleia, faz, neste momento, revista às tropas. Evento que antecede a chegada do governador Robinson Faria.
(null) (null)

Deputado Gustavo Carvalho confirma que deixará o PROS e ingressará no PL

O deputado estadual Gustavo Carvalho, vice-presidente da Assembleia Legislativa, confirmou, em entrevista ao RN Acontece, da Band Natal, que deixará o PROS e ingressará no Partido Liberal. Ele afirmou que as conversas já estão ocorrendo.
O PL está sendo criado nacionalmente pelo ministro das Cidades Gilberto Kassab. No Rio Grande do Norte a articulação para criação do PL é do governador Robinson Faria.
Deputado Gustavo Carvalho - primeiro vice-presidente
Deputado Gustavo Carvalho – primeiro vice-presidente

Caos no sistema público de saúde, cirurgias de alta complexidade estão paralisadas

A rede pública de saúde do Rio Grande do Norte enfrenta mais um grande problema. Os dois hospitais privados que prestam serviço a Prefeitura de Natal para realização de cirurgias de alta complexidade estão com o serviço paralisado porque o Executivo da capital potiguar não renovou o contrato.
A situação é dramática porque há dezenas de pacientes aguardando por neurocirurgias e cirurgias cardíacas. Com a paralisação, estão sendo realizadas apenas um ou duas cirurgias por semana, no Hospital Universitário Onofre Lopes.
Na semana passada, o hospital Promater paralisou as cirurgias pela falta de contrato com a Prefeitura de Natal. Mas no caso do Hospital do Coração a paralisação já ocorre há três meses.
CIRURGIA
Foto: EBC/Arquivo

Venda de veículos no Brasil caiu 31,4% no comparativo com dezembro



Da Agência Estado:
Mesmo com os estoques remanescentes de IPI reduzido nas concessionárias, as vendas de veículos caíram 31,4% em janeiro na comparação com dezembro e 18,8% ante o mesmo mês do ano passado. Os números foram apurados pelo Broadcast junto a fontes por meio de dados do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). No mês anterior, foram emplacadas 253.829 unidades, ante 370.058 em dezembro e 312.618 em janeiro de 2014.
O segmento de caminhões foi o que teve o pior desempenho em janeiro deste ano. Ao todo, foram vendidos 7.711 veículos desse tido no mês passado, o que representa quedas de 42,9% na margem e de 27,3% na variação anual. Já as vendas de ônibus caíram 26,2% em janeiro em relação a dezembro, mas aumentaram 1,1% na comparação com janeiro de 2014. Ao todo, foram vendidos 1.894 ônibus no primeiro mês de 2015.
Já a venda de automóveis e comerciais leves recuou 31% em janeiro ante dezembro e 18,6% na comparação com janeiro de 2014. Em todo o mês passado, foram vendidas 244.223 unidades, sendo 182.972 automóveis e 61.251 comerciais leves. No fim da tarde de hoje, a Federação Nacional da Distribuição dos Veículos Automotores (Fenabrave) deve divulgar os dados oficiais do setor.
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

domingo, 1 de fevereiro de 2015

GOLPE ?

 (null)
Na Assembleia Legislativa do RN tomaram posse os 24 deputados estaduais. Após o encerramento da sessão, como ocorre há décadas, seria aberta uma nova sessão para escolha do novo presidente e a Mesa Diretora. Um fato inusitado ocorreu com a marcação da referida sessão para o dia de amanhã às 10h, o que foi interpretado por muitos como golpe. 

A atitude de Ricardo Mota causou tumulto e, durante reunião ocorrida no gabinete da Presidência, os deputados que apóiam Ezequiel Ferreira chegaram ao consenso que a eleição ficaria mesmo para amanhã.

O clima ficou tenso e na abertura da sessão de posse dos deputados era visível a expressão de derrota, do então candidato a presidência, Ricardo Motta. O deputado Ezequiel Ferreira ficou contrariado com a atitude antirrepublicana. É importante o ser humano saber perder, o que faz parte do jogo democrático e não querer reverter uma provável derrota com atitudes que só vêm a diminuir seu papel como homem público.

Venezuela libera uso de armas letais para reprimir protestos


Opposition supporters takes part in a protest against Venezuelan President Nicolas Maduro in Caracas
Chavismo teme que manifestações voltem a ocorrer – dessa vez, motivadas pela escassez de alimentos, itens de higiene e pela inflação (Foto: Reuters)
O governo venezuelano autorizou por decreto as Forças Armadas do país a intervir no controle de protestos e utilizar armas letais contra manifestantes. A medida que autoriza o uso de munição real “para garantir a ordem” foi publicada na terça-feira na Gaceta Oficial do país.
O chavismo teme que manifestações como as organizadas logo após a eleição de Nicolás Maduro para a presidência, em 2013, voltem a ocorrer – dessa vez, motivadas pela escassez de alimentos, itens de higiene e pela inflação.
Protestos de pequeno porte vêm ocorrendo diariamente em algumas capitais do país, como Maracaibo, onde universitários voltaram a se manifestar ontem exigindo a libertação de 19 estudantes detidos por protestar. Na noite anterior, houve choques entre guardas e estudantes da Universidade Rafael Belloso Chacín, uma das principais da cidade.
O Decreto 008.610 lista uma série de procedimentos para a atuação das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas (FANB) nas manifestações. O uso do armamento letal está detalhado no capítulo 4 e liberado caso manifestantes criem uma “situação de risco mortal, frente à qual a funcionária ou o funcionário militar aplicará o método de uso de força potencialmente mortal”.
O texto afirma que a intervenção das FANB nos protestos servirá para auxiliar a “garantir os direitos humanos”.
O deputado opositor Miguel Pizarro, da Mesa da Unidade Democrática (MUD), afirmou que a medida dá “poder discricionário” aos integrantes das forças de segurança, que “têm demonstrado” não saber medir suas reações. “É uma ameaça ao direito de protesto”, disse o parlamentar.
Em Altamira, bairro de Caracas que concentra população majoritariamente simpática à oposição, a Guarda Nacional Bolivariana (GNB) reforçou ontem o contingente em permanentemente alerta na Praça França, a principal da área. Há dois anos, começaram ali as maiores manifestações que, em seguida, se espalharam pelo país.
No início de 2014, outra onda de protestos teve mais mortes. A maioria delas, no entanto, ocorreu por tiros disparados pelos agentes do Sebin, serviço de inteligência do governo. Na época, agentes foram afastados e o comando do Sebin, trocado.
Um memorial às vítimas foi instalado por opositores na Praça França. Como protesto silencioso, há faixas e pequenas lápides improvisadas com fotos perto de onde estão os guardas bolivarianos, Um dos cartazes avisa que manifestações são livres e não podem ser reprimidas, com os dizeres “Não podem nos calar – Artigo 68″.
A referência é ao artigo da Constituição que garante o direito ao protesto e apresenta conflito com o decreto de terça-feira, assinado pelo ministro da Defesa, general Vladimir Padriño. “É proibido o uso de armas de fogo e substâncias tóxicas no controle de manifestações pacíficas”, diz o texto constitucional.
Grupos de “anônimos” que organizam protestos em redes sociais deram um ultimato ao governo até a meia-noite do sábado para que Maduro renuncie ao poder, ou protestos serão convocados. (AE)

Brasil

COLUNA DO DIA

  • Pode render indenizações bilionárias a acionistas da Petrobras, na Justiça de Nova York (EUA), investigação das autoridades fiscais americanas, como a Comissão da Valores Mobiliários de lá (SEC), em relação aos relatórios 20-F (“Form 20-F”), documentação obrigatória e anual de empresas estrangeiras que atuam nos Estados Unidos. Esse tipo de investigação tira o sono de Graça Foster, presidente da estatal.

    Mais prejuízos
    Se for atestada a falsidade dos relatórios, a Petrobras está sujeita a indenizações na Justiça e multas na Bolsa de Nova York.

    Risco de bancarrota
    Indenizações bilionárias, multas e derretimento no valor das ações nos EUA podem levar a Petrobras à bancarrota, segundo especialistas.

    Titanic brasileiro
    Roubo, gestão temerária e perdas bilionárias com indenizações podem formar a “tempestade perfeita” que leva qualquer Titanic ao naufrágio.

    ‘Pinóquia’
    Líder do PSDB, Antônio Imbassahy (BA) bate firme: “Além de mentir na campanha, Dilma agora pede aos seus ministros que mintam também”.

    Dilma ainda não viu 10 dos seus 39 ministros
    Ao final do primeiro mês do novo mandato, Dilma ainda não recebeu 10 dos 39 ministros da Esplanada. Aloizio Mercadante (Casa Civil) despachou cinco vezes com ela, segundo a agenda oficial, enquanto a crise a fez se reunir com Joaquim Levy (Fazenda) por quatro vezes e Dilma convocou Eduardo Braga (Minas e Energia) para aplicar três broncas. Todos os demais já foram recebidos pela presidente.

    Ministros ‘tipo B’
    Dilma ainda não recebeu os ministros importantes, como da Justiça, Previdência, Comunicações, Relações Exteriores e Banco Central.

    Falta mais
    Os ministros do Trabalho, Assuntos Estratégicos, Advocacia-Geral, Comunicação Social e Segurança Institucionais aguardam despachos.

    Bolão otimista
    “Bolão” de deputados do PMDB, que deve chegar a 200 apostadores (R$ 50 cada), indica vitória de Eduardo Cunha com até 335 votos.

    Dia da Traição
    Este domingo é o Dia da Traição no Congresso, quando deputados e senadores dão razão à bem-humorada sentença do falecido Tancredo Neves, num dia como o de hoje: “Na solidão da cabine indevassável, dá uma vontade louca de trair…” Vencerão os que forem menos traídos.

    Favorito no Senado
    As estimativas de experientes observadores do Congresso indicam que Renan Calheiros será reeleito presidente do Senado, neste domingo, com os votos de pelo menos 52 dos 81 senadores.

    Favorito na Câmara
    Eduardo Cunha (PMDB) pode vencer no primeiro turno a disputa pela presidência da Câmara dos Deputados, neste domingo. As chances de Arlindo Chinaglia (PT) e Júlio Delgado (PSB) são limitadas.

    Poço de mágoas
    Derrotado por Renan Filho (PMDB) no primeiro turno, na disputa pelo governo de Alagoas, Benedito de Lira (PP-AL) faz campanha contra a reeleição de Renan na presidência do Senado. Deve perder de novo.

    Comissão de Aloysio
    O PSDB quer a presidência a Comissão de Fiscalização e Controle do Senado, na divisão de espaços do início da legislatura, mas pode ficar com a de Relações Exteriores, pretendida por Aloysio Nunes (SP).

    Nova no pedaço
    O tropa de choque do senador Renan Calheiros não sabe como se comportará a senadora eleita Rose de Freitas (PMDB-ES) na eleição ao comando do Senado. O assédio de Luiz Henrique (SC) é grande.

    PSDB rachado
    O PMDB aposta na divisão do PSDB em torno da candidatura de Luiz Henrique (SC) ao comando do Senado. Renan Calheiros visita e pede votos a amigos que tem entre os senadores tucanos.


    Efeito borboleta
    O PT culpa Dilma pela dificuldade de Arlindo Chinaglia na disputa pela presidência da Câmara. Ela diminuiu a interlocução com o Congresso, ao mesmo tempo que esvaziou o poder de suas lideranças.

    Pensando bem…
    …em um País como o Brasil, Eduardo Cunha na Câmara e Renan Calheiros no Senado são a mais perfeita tradução da classe política.

DAVOS: Brasileiros passaram vergonha com perguntas sobre roubalheira


The Global Economic Outlook: Joaquim Levy, Haruhiko Kuroda, Benoît Coeure
O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, foi a principal autoridade brasileira no Fórum Econômico Mundial. Foto: Moritz Hager/ World Economic Forum
A comitiva brasileira no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, têm sido questionada sobre o escândalo de corrupção na Petrobras, a mais global das grandes empresas brasileiras. Funcionário do governo alemão até pediu a um diplomata brasileiro para confirmar a informação de que há políticos de partidos governistas que, se não forem presos, poderão até virar ministros do governo Dilma Rousseff.
O curioso funcionário alemão referia-se aos casos de Henrique Alves (PMDB-RN) e Ciro Nogueira (PP-PI) que ainda podem virar ministros.
Além da expressão de espanto, diplomatas brasileiros ainda têm de enfrentar sorrisos dissimulados ridicularizando a corrupção no Brasil.
Joaquim Levy deixou boa impressão em Davos, mas diplomatas acham que a tarefa – insubstituível – de atrair investidores era de Dilma.
O Orçamento 2015 aprovado pelo Congresso adicionou R$ 9,7 bilhões em emendas para deputados e senadores, de “execução obrigatória”
Por Cláudio Humberto.

Ação contra a Petrobras na justiça dos EUA cita propina a membros do PT


Na justificativa do veto, Dilma destaca que o projeto é anterior à Emenda das Domésticas FOTO: (André Dusek/AE)
A presidente Dilma Rousseff e o Partido dos Trabalhadores também estão citados na ação contra a Petrobras em Nova York. FOTO: (André Dusek/AE)
A ação civil coletiva proposta por acionistas da Petrobras nos Estados Unidos, na Justiça de Nova York, atesta que o esquema de corrupção conhecido no Brasil como Petrolão “pagou propina a membros do Partido dos Trabalhadores (PT), partido da presidente do Brasil, Dilma Rousseff.” Uma das provas apresentadas é o testemunho do ex-diretor de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa à Justiça Federal.
Graça Foster e os ex-diretores da Petrobras Sérgio Gabrielli, Renato Duque e Paulo Roberto Costa também são citados na ação.
A ação sustenta que a Petrobras não cumpre há pelo menos 5 anos o Exchange Act e as regras do mercado de ações nos EUA.
Os executivos enrolados no assalto à Petrobras tinham autoridade para dar contratos superfaturados às empreiteiras que queriam, diz a ação.
Por Cláudio Humberto.

impeachment pra quê?


Desde as passeatas realizadas ano passado nas grandes cidades brasileiras, considerável parcela do eleitorado vem clamando pelo “impeachment” da “dona” Dilma.
A pretensão se fundamenta no descontentamento da população diante dos sucessivos escândalos de corrupção, desnecessários e excessivos gastos públicos, conluios partidários escusos, improbidade administrativa, empréstimos externos com contratos de gaveta, perdão de dívidas estrangeiras e muitas outras graves ocorrências que têm gerado inquietação e insegurança interna à Nação. Aliás, todos esses argumentos alicerçam-se nos desmandos político-administrativos herdados pela atual presidente, praticados durante os dois mandatos exercidos pelo antecessor, considerado como conselheiro e condestável do seu governo. Ademais, alia-se à justa revolta, a perda de credibilidade da sociedade consciente na atual dirigente pelo fato de alguns membros do partido governista terem manipulado diretamente órgãos públicos, como no caso dos dirigentes e agentes dos Correios, na campanha que culminou com a vitória da candidata presidencial. O inaceitável episódio foi corroborado em vídeos fartamente exibidos na Internet, pelas redes sociais. Além do mais, tanto essa condenável ação quanto a
suspeita de adulteração dos programas de dados das urnas eletrônicas, não foram devidamente investigadas pela justiça eleitoral.
Muito bem, considerando as atuais circunstâncias negativas de comando nos poderes da República e supondo a improvável defenestração de “dona” Dilma da primeira cadeira do Palácio do Planalto, continuará tudo como dantes no quartel de Abrantes, em vista dos malsinados integrantes da linha sucessória presidencial. Vejamos!
O vice-presidente, Michel Temer, está comprometido até o pescoço com o governo e a base aliada, inclusive em acordos não transparentes à vista do dividido partido que preside, o PMDB;
de acordo com a Constituição Federal, o sucessor imediato é o presidente da Câmara de Deputados que está na iminência de eleger, amanhã (01-2), um potencial aliado (também do PMDB) ou o candidato do governo petista;
o terceiro a assumir a presidência será o presidente do Senado Federal. Segundo noticiário da mídia, tudo indica que será escolhido o atual presidente, ardiloso postulante à reeleição, que é festejado nas hostes palacianas de Brasília por suas indefectíveis artimanhas políticas. Igualmente, está envolvido em inúmeras suspeitas de ilegalidades, com destaque especial no rumoroso escândalo da Petrobras, de onde teria recebido polpudas propinas; finalmente, pela ordem constitucional, a última “gerência” do País nesse conturbado ciclo de incertezas e indefinições políticas, caberá ao presidente do Supremo Tribunal Federal, escudeiro jurídico fiel e juramentado do PT, inconteste defensor das tramóias petistas no julgamento dos mensaleiros capitaneados pelo sr. Lula.
Pelo que se pode depreender, segundo o dito popular, o País está “no mato sem cachorro”.
OREMOS!

Os piores políticos de todos os tempos


Deses caras todos que estão sempre nas manchetes, e disputando sempre alguma coisa, presidência do senado, da câmara, indicação para ministro, comissão de uma porção de coisas, infelizmente todos eles têm algum rabinho preso em algo, o que significa que o Brasil está realmente nas mãos dos piores. Daí, não dá para reclamar dos trambiques que têm sido feitos em todas as esferas dos três poderes. Esse Renan, pelo que a imprensa tem falado dele, não tem competência moral para ser presidente do Senado, pois já renunciou uma vez diante de acusações que não teve como negar. Então, o que fica provado é que p PMDB, que bota tanta banca, não tem, em seus quadros, nenhum senador ficha-limpa para ocupar a presidência do Senado, e os seus parlamentares ficam ao lado desse indivíduo, só para ficarem no no poder. E os outros partidos, por que permitem que parlamentares suspeitos sejam eleitos para esses cargos? .

Petrolão no STF


Já na próxima semana teremos todos os nomes de políticos envolvidos neste crime da Petrobras , e se um deles for eleito para presidente da Câmara ou do Senado , como fica ??? como pode um processado no STF ser um dos chefes do Poder no Brasil ? , a imprensa internacional já desmoraliza o Brasil por conta da Petrobras , agora com mais esta….

No primeiro mês do governo, Dilma não recebeu 10 dos 39 ministros


Presidente Dilma Rousseff (Foto: Ed Ferreira/AE)
A presidente encerrou o primeiro mês com encontro com dois empresários. (Foto: Ed Ferreira/AE)
Ao final do primeiro mês do novo mandato, Dilma ainda não recebeu 10 dos 39 ministros da Esplanada. Aloizio Mercadante (Casa Civil) despachou cinco vezes com ela, segundo a agenda oficial, enquanto a crise a fez se reunir com Joaquim Levy (Fazenda) por quatro vezes e Dilma convocou Eduardo Braga (Minas e Energia) para aplicar três broncas. Todos os demais já foram recebidos pela presidente.
Dilma ainda não recebeu os ministros importantes, Previdência, Comunicações, Relações Exteriores e Banco Central.
Os ministros do Trabalho, Assuntos Estratégicos, Advocacia-Geral, Comunicação Social e Segurança Institucionais aguardam despachos.
Por Cláudio Humberto.

Petrobras pode ser punida nos EUA por relatórios falsos a investidores




A máscara de Foster é a mais pedida Foto: Agência Petrobras
A presidente da Petrobras assinou diversos dos relatórios a investidores. Foto: Agência Petrobras
Pode render indenizações bilionárias a acionistas da Petrobras, na Justiça de Nova York (EUA), investigação das autoridades fiscais americanas, como a Comissão da Valores Mobiliários de lá (SEC), em relação aos relatórios 20-F (“Form 20-F”), documentação obrigatória e anual de empresas estrangeiras que atuam nos Estados Unidos. Esse tipo de investigação tira o sono de Graça Foster, presidente da estatal.
Se for atestada a falsidade dos relatórios, a Petrobras está sujeita a indenizações na Justiça e multas na Bolsa de Nova York.
Indenizações bilionárias, multas e derretimento no valor das ações nos EUA podem levar a Petrobras à bancarrota, segundo especialistas.
Roubo, gestão temerária e perdas bilionárias com indenizações podem formar a “tempestade perfeita” que leva qualquer Titanic ao naufrágio.
Líder do PSDB, Antônio Imbassahy (BA) bate firme: “Além de mentir na campanha, Dilma agora pede aos seus ministros que mintam também”.
 por Cláudio Humberto.

sábado, 31 de janeiro de 2015

Há 27 anos Assembleia do RN não tem disputa pela presidência

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, que amanhã fará a eleição para presidente, não é palco de uma disputa para o seu principal cargo há 27 anos.
A última disputa foi em 1988 e culminou com a vitória do deputado estadual José Adécio.
Amanhã o cenário traz de um lado Ezequiel Ferreira, do PMDB, e Ricardo Motta, PROS.
Articulações intensas e muitas negociações. O olheiro do POLÍTICA EM FOCO garante que os dois candidatos têm na sua lista a coluna dos certos e a “coluna do meio”.
ezequiel ricardo motta

COLUNA DO DIA

PLANOS
Os ventos mudaram, ganharam novo prumo e já tem gente também tentando mudar de estratégia. Só esquece um fato: dessa vez há memória.
MILHO
Em meio a seca, o produtor sofrendo e o Governo Federal ainda reajusta o milho fornecido pela Companhia Nacional de Abastecimento, a CONAB. O valor passou de R$ 23,90 para R$ 39,90.
2016
Em Areia Branca, o deputado estadual Souza Neto já começa a articular sua base para lançar candidato que concorrerá com a prefeita Luana Bruno.
ÔNIBUS
A Prefeitura de Goianinha construirá uma nova rodoviária. O valor do contrato foi R$ 974.065,46. Para obra foi contratada a  RD CONSTRUÇÃO E LOCAÇÃO LTDA.
SUBSTITUTO
Na Câmara Municipal de Goianinha, com a saída de Disson Lisboa, que renunciou para assumir o cargo de deputado estadual, o novo vereador é Marciel Dionísio da Silva.
MUDANÇAS
Pelos lados de Mossoró, o nome de Josivan Barbosa é confirmado para Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Mudanças também na Secretaria de Segurança. Deixa o cargo Maria do Socorro da Silva Batista, que ocupará posição estratégica na Secretaria Estadual de Educação.

Rio Grande do Norte inaugura primeiro centro comercial da agricultura familiar do estado


Itens da agricultura familiar produzidos no Rio Grande do Norte poderão ser encontrados mais facilmente, a partir desta sexta-feira (30). A Emater/RN, juntamente com cinco cooperativas do estado, inaugura hoje o Centro de Comercialização Mercado da Terra, primeiro centro comercial da região voltado para o escoamento da diversidade produtiva da agricultura familiar.
Durante o mês de fevereiro, o Mercado da Terra funcionará todos os dias, das 9h às 17h, na Barra de Tabatinga, no município de Nísia Floresta. A partir de março, o público poderá adquirir os produtos no mesmo endereço, mas de quinta-feira a domingo. “Vai tornar a agricultura familiar muito mais visível. Tabatinga é uma zona turística, com um fluxo de pessoas muito grande. A partir dessa ideia, queremos colocar em evidência a produção da agricultura familiar do Rio Grande do Norte como um todo”, afirma o delegado do MDA no estado, Dário Andrade.
O Centro foi construído e equipado a partir de um convênio entre o Governo do Estado, Emater/RN e o Ministério da Ciência e Tecnologia. O prédio é cedido pela Emater/RN à Cooperativa Central da Agricultura Familiar do Rio Grande do Norte (Cooafarn), que participou da idealização do mercado.
Ao todo, serão beneficiadas cerca de 1,2 mil famílias de agricultores familiares, ligadas às cooperativas que participam da iniciativa:  Cooafarn, Assentamento Paulo Freire/Pureza, Coopercaju/Assentamento Serra do Mel, Cooafal/ Assentamento Lucrécia) e a Cooaf/Assentamento Marcelino Vieira. “Lá, serão comercializados artesanato, doces, geleias, castanhas, mel, arroz e a nossa famosa cajuína”, detalha o delegado do MDA.
Culinária se destaca
O diferencial do Mercado da Terra é a culinária. Os visitantes poderão degustar pratos diferentes, como o “Cajuburguer”, “banana chip”, “canju” (canja de carne de caju), paçoca de caju, e bolinhos de caju, além do cardápio tradicional, como escondidinho, tapioca e guizado.

Dilma precisa explicar o que sabia sobre Petrobras, diz jornal britânico


O jornal Financial Times, na sua edição de hoje, afirma que a presidente Dilma Rousseff precisa explicar o que sabia sobre a corrupção na Petrobras e que já passou o tempo de ser indulgente com os diretores da empresa.
“Embora ela não tenha sido acusada diretamente de envolvimento, como conselheira durante grande parte do tempo em questão, ela [Dilma] precisa explicar o que sabia e quando soube”, afirma o editorial.
“A Lava-Jato deve pedir a cabeça da presidente e dos diretores. Dilma Rousseff está defendendo eles. O tempo para esta indulgência já passou”, completa.
ft

Intensas articulações na disputa para presidente da Assembleia, Ezequiel e Ricardo mantém silêncio oficial


A 24 horas para a eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa muitas são as articulações. E se nos bastidores as conversas são intensas, oficialmente, nenhum dos pré-candidatos falam. Eles optam pelo silêncio à imprensa. Os registros dos candidatos ocorrerão apenas nesse domingo, durante a própria sessão onde ocorrerá a eleição.
Mas, nesse momento,a disputa se desenha com dois candidatos. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta (PROS), busca a reeleição. Do outro lado, o deputado estadual Ezequiel Ferreira (PMDB). No entanto, a dinâmica do processo mostra que os dois lados se mantém em articulações internas e não está descartada ainda a possibilidade de um dos dois candidatos ceder a uma negociação, o que culminaria com uma candidatura de chapa única.
al disputa ezequiel ricardo

Governo do Estado exige padronização dos restaurantes populares e melhoria das refeições


Padronização das instalações, do cardápio e de horário de funcionamento. Estas e outras medidas foram discutidas em reunião ontem com os fornecedores de refeições dos 24 Restaurantes Populares distribuídos por todo o Estado. “Vou cobrar de cada um que presta serviço à Sethas, que ofereça um serviço satisfatório. Não se justifica que a população se alimente de sopa ou de salsicha com arroz no almoço”, enfatizou a secretária de Assistência Social, Julianne Faria durante a reunião.
Tais exigências, explicou o coordenador Operacional de Desenvolvimento Social, da Sethas, Paulo Jordão, fazem parte do contrato firmado entre as empresas e o Governo do Estado, portanto, a solicitação é simplesmente para que se cumpra o que está no papel. Ele disse ainda que a partir de agora será feita a fiscalização nos restaurantes e que poderão ser aplicadas sanções, inclusive rescisão contratual.
A subcoordenadora de Apoio Nutricional, Magaly Nunes, afirmou que visitou os restaurantes e em alguns não encontrou atendimento satisfatório, mas também conheceu restaurantes que podem servir de padrão para os demais. Dentre as exigências que deverão ser atendidas, disse ela, também está higiene e limpeza, apresentação de documentos sempre que solicitado pela fiscalização e mapa de controle.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Ministério Público vai investigar irregularidades no serviço de transporte escolar em Santa Cruz


Em Santa Cruz, cidade administrada pela prefeita Fernanda Farias, o Ministério Público Estadual instaurou inquérito para averiguar as irregularidades do serviço de transporte escolar prestado pela Prefeitura de Santa Cruz.

Segundo a Promotora de Justiça, Sandra Angélica Pereira Santiago considerou as irregularidades constatadas na vistoria e fiscalização realizadas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (DETRAN/RN), no transporte escolar da Prefeitura de Santa Cruz, onde se verificou que os veículos que prestam o serviço de transporte escolar estão em desconformidade com o que preceitua o Código de Trânsito Brasileiro e normas técnicas exigidas para a categoria.



Por Robson Pires

Preço de refrigerante e cerveja deve subir com mais imposto





refrigerantes-geneticaO preço de refrigerantes e cervejas deve subir depois que entrar em vigor, em 1º de maio, a lei que aumenta impostos e altera o modelo de cobrança de tributos de bebidas frias (refrigerantes, cervejas, energéticos e isotônicos). A mudança deve gerar aumento de 5%, em média, no preço final das bebidas para o consumidor, segundo Fernando Rodrigues de Bairros, presidente da Alfrebras (Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil).
A estimativa é que, com o aumento de impostos, a carga tributária cobrada do setor suba 10%. “O preço sofrerá também o impacto da atualização da base de cálculo, já que a usada hoje é de 2012″, disse Bairros. No novo modelo, a cobrança de PIS/Pasep será de 2,32% e a de Cofins, de 10,68%. O IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) será de 6% para as cervejas e de 4% para as outras bebidas.
BRP

Baixas no PMDB começam a preocupar Henrique


henrique aliado
O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, terá uma preocupação quando deixar o comando da Casa. Evitar que o PMDB, o qual comanda no estado, sofra uma debandada de filiados. Comenta-se pelos corredores dizendo que nomes fortes esperando a chegada das novas legendas ao Rio Grande do Norte.

Poder sem pudor

Marvada conselheira

Marvada conselheiraO então líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), pediu vista e retirou da pauta da Comissão de Assuntos Econômicos um projeto dispondo sobre isenção de IPI para aguardente de cana-de-açúcar. “O PSDB votará contra”, adiantou. E, apesar de também ser um – digamos – apreciador, o tucano não perdeu a piada endereçada a Lula:
- Temo que decisões de certos presidentes vizinhos possam ter sido tomadas sob o efeito desse produto brasileiro de exportação…

Brasil

COLUNA DO DIA



Cachê
O cachê da cantora Elba Ramalho para show no carnaval de Natal é de R$ 155 mil. O contrato já foi assinado com a empresa Baioque Produções Artísticas Ltda. Já o gasto com Armandinho e Geraba será de R$ 75 mil.
FACTÓIDE
Algumas assessorias de prefeitos do Seridó estão apostando, no mínimo, na ignorância. Querer busca espaço pelo simples fato do prefeito ter concedido o reajuste estabelecido por lei para o Piso Nacional do Professor é se desgastar a toa.
BANDEIRA
Mudança de partido já em curso entre os vereadores que hoje serão empossado na Câmara de Natal. Por enquanto, articulação de bastidor.
GUETOS
Embora o governador Robinson Faria tenha destacado que não gostaria do secretariado em grupos, mas uma equipe unida, já é visível a formação de alguns guetos na equipe de primeiro escalão.
MUDANÇAS
O secretário estadual de Saúde Ricardo Lagreca, em entrevista ontem ao RN Acontece, da Band Natal, disse que, por enquanto, a diretoria do Hospital Walfredo Gurgel se manterá a mesma.
CARECA
A Prefeitura de Poço Branco assinou contrato no valor de R$ 145 mil para compra de pneus, câmaras de ar e protetores para a frota do Executivo.
INVESTIGAÇÃO
A promotora Sandra Angélica instaurou investigação para apurar as irregularidades no serviço de transportes escolar da Prefeitura de Santa Cruz, Lajes Pintadas e Campo Redondo. A situação, inclusive, já foi constatada por vistoria do Detran.

Praticamente definidas chapas que disputarão Mesa Diretora da Assembleia


A disputa pela Presidência da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte pauta a semana política no Rio Grande do Norte. A três dias do pleito, os corredores da Casa já apontam para o afunilamento da disputa, com o confronto direto de dois deputados.
O parlamentar Ezequiel Ferreira  (PMDB)  será candidato a presidente tendo como primeiro secretário Galeno Torquato (PSD) e como primeiro vice-presidente Gustavo Carvalho (PROS).
Já o atual presidente Ricardo Motta (PROS) vai para o confronto tendo como primeiro secretário Tomba Farias (PSB) e como primeiro vice-presidente uma indicação do PMDB do deputado federal Henrique Eduardo Alves, cujo nome ainda não foi definido.
ezequiel ricardo motta

Auditoria do TCE aponta que Governo Rosalba violou LRF e provocou atraso de salários


Auditoria realizada pelo corpo técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) aponta que o atraso de salários do Poder Executivo do Estado, no período de setembro de 2013 a setembro de 2014, é resultado do crescimento expressivo das despesas com pessoal e de uma série de impropriedades e irregularidades no planejamento e execução orçamentária.
Hoje o Procurador-Geral de Contas, Luciano Ramos, tomando como base o relatório de auditoria, pediu a citação da ex-governadora Rosalba Ciarlini e dos ex-secretários Alber da Nóbrega e Obery Rodrigues para apresentarem defesa acerca das irregularidades apontadas pelo corpo técnico, além da formação de três novos processos para apurar a existência de funcionários com carga horária acima do limite permitido, pagamento de GTNS acima do percentual de 100% dos vencimentos e pagamento excessivo de horas suplementares. A relatora do processo é a conselheira Maria Adélia Sales para cujo gabinete será enviado o pronunciamento do MPC.
Segundo o relatório do corpo técnico, o Poder Executivo do Estado do Rio Grande do Norte, acima do limite prudencial de gastos com salários nos anos de 2013 e 2014, não poderia assumir mais despesas com pessoal por conta de limitações impostas pela LRF. Naquele período, conforme Relatórios de Gestão Fiscal emitidos pelo próprio Executivo, a porcentagem da despesa total com pagamento de pessoal oscilou entre 48,22% e 48,79% da receita corrente líquida, quando o percentual fixado pela lei é de 46,55%.
Mesmo durante o período no qual o Poder Executivo estava acima do limite prudencial de gastos com pessoal ocorreram pelo menos seis violações à Lei de Responsabilidade Fiscal, como a concessão de aumentos, reajustes, criação de cargos, entre outras.  Essas concessões foram realizadas sem o necessário estudo prévio dos impactos financeiros sobre o custo da folha de pagamento, contrariando, mais uma vez, o que determina a LRF.
Na avaliação do corpo técnico, mesmo na situação de dificuldade fiscal, o Executivo concedeu aumentos salariais a servidores públicos a partir de 14 leis complementares de sua própria iniciativa, desobedecendo as exigências da LRF sobre o tema.
Da mesma forma, criou por lei 802 novos cargos e funções, além de reestruturar também, mediante sete leis, diversas carreiras de categorias de servidores, o que, segundo a auditoria, provocou impacto nas contas públicas. Outros problemas encontrados foram os crescentes pagamentos por meio de decisões judiciais que em setembro de 2014 atingiram R$ 8,4 milhões.
FOLHA
Ao se deter sobre a folha de pagamento no período de janeiro a setembro de 2014, os técnicos do TCE encontraram casos de acúmulo irregular de cargos, com uma média 4.445 servidores com carga horária superior a 60 horas semanais – carga horária máxima permitida pela legislação vigente -, o que totaliza cerca de R$ 14,7 milhões de gastos mensais.
A análise da folha de pagamento do Estado traz ainda uma média de 844 servidores com três ou mais vínculos mensais, o que configura uma situação de irregularidade. O gasto mensal com esses servidores é de cerca de R$ 3,9 milhões.
No que diz respeito ao planejamento orçamentário e financeiro, a auditoria verificou que houve, no ano de 2013, um superdimensionamento da estimativa das receitas do Estado e que não houve frustração no montante declarado no Decreto nº 23.624, editado pelo Governo em 2013, determinando um corte de 10,74% nas despesas orçadas em todos os poderes e órgãos autônomos integrantes da estrutura orgânica do Estado.
Ao mesmo tempo, em 2013, o Executivo contava com um saldo negativo de quase R$ 80 milhões na fonte responsável pelos dispêndios ordinários (Fonte 100) – cujos recursos não são carimbados e podem ser usados livremente. Mesmo assim, inscreveu em restos a pagar o montante de R$ 161 milhões.
foto-caninde-soares-rosalba-ciarlini.jpg

Secretaria Estadual de Saúde pede ampliação de leitos no HUOL


A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) pretende disponibilizar mais leitos clínicos no Hospital Universitário Onofre Lopes para atendimento a usuários do Sistema Único de Saúde. O secretário Ricardo Lagreca e a Coordenadoria de Hospitais de Operações de Hospitais e Unidades de Referência (COHUR) se reuniram hoje 
com a direção do Hospital Universitário Onofre Lopes para analisar o pedido da secretaria de inclusão no sistema e na regulação de 30 novos leitos clínicos.
Na reunião, a diretor do HUOL, Stênio Gomes Silveira, explicou que devido à transição na UFRN e mudança de ano, os recursos financeiros para abastecimento só deverão estar aportados em meados de março. “A expectativa é de que somente após a abertura do orçamento, o Hospital Onofre Lopes consiga destinar mais leitos para o atendimento ao SUS”, disse ele.
A alternativa encontrada na reunião para amenizar o problema da carência de leitos no sistema público de saúde, é de que o HUOL e Sesap façam a gestão ou otimização de leitos , com a diminuição do tempo de permanência de pacientes internados, bem como  a transferência daqueles já estáveis para a continuidade do tratamento em outros hospitais com a finalidade de liberar os leitos de alta complexidade.
DSC_2518

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

O apagão de Dilma


Ricardo Noblat     
Alto lá! Não culpem Levy por pensar como pensa e agir com coerência. Ele não mercadejou o próprio passe. Estava em sossego como executivo bem pago do Bradesco.
Fez à presidente Dilma Rousseff o favor de aceitar o convite para ser ministro da Fazenda, ganhando menos do que ganhava. E para quê? Para virar saco de pancada dos supostos aliados de Dilma?
E sem que ela o defenda? Por que não batem nela?
Nelson Barbosa, ministro do Planejamento, foi o primeiro a apanhar. Disse lá qualquer coisa que desagradou a Dilma. Acabou obrigado a se corrigir.
Depois foi Eduardo Braga, ministro das Minas e Energia. Caiu na armadilha de responder a perguntas na base do “se”.
Uma vez que dissera que não há racionamento de energia à vista, foi confrontado pela pergunta óbvia: “E se não chover o suficiente?”
Se não chover o suficiente o racionamento será inevitável, respondeu Eduardo. Alguém mais esperto escaparia com a resposta clássica: “Não posso raciocinar sobre hipóteses”.
O racionamento ganhou manchete de jornal. Eduardo levou um carão do seu colega Aloizio Mercadante, chefe da Casa Civil. Abandonou Brasília em silêncio.
Então chegou a vez de Levy. Como Dilma preferiu ir à posse do xamã Evo Morales, presidente da Bolívia, Levy voou a Davos, na Suíça.
À vontade no Fórum Econômico Mundial, admitiu que o Brasil possa atravessar uma leve e breve recessão. Tamanho cuidado com as palavras de pouco adiantou.
A poderosa senhora, que se julga uma economista de primeira, mandou Levy substituir “recessão” por “retração”.
Mas não ficou só nisso. Em entrevista ao jornal britânico “Financial Times”, Levy afirmou que “está ultrapassado” o modelo de seguro-desemprego no Brasil. Ah, para quê...
Foi logo mexer com o social, área que Dilma garantira durante a campanha ser intocável. Não mudaria nem que a diabo tossisse.
Diabo, não. Vaca. O diabo foi citado em outro contexto. Por ela ou por Lula, não lembro agora. Nem quero me socorrer do Google.
Dilma (ou Lula) faria o diabo para vencer a eleição presidencial.  E assim foi. Pintou, bordou e mentiu sem dó. Ganhou por pouco.
De volta ao “ultrapassado” modelo de seguro-desemprego. O Ministério da Fazenda emitiu nota dizendo que a declaração de Levy tivera como objetivo “ampliar o debate pela modernização das regras desse benefício”. Dilma não considerou suficiente.
Mandou que o ministro Miguel Rossetto, da Secretaria Geral da presidência da República soltasse nota chamando o seguro-desemprego de “conquista civilizatória”. Algo que, certamente, tem a ver com “pátria educadora”, novo slogan do governo.
Levy engoliu a nota a seco. Está dando para fazer o que planejou. E até com rapidez. Quanto a Dilma... Emudeceu. Retornou à clandestinidade. Parece envergonhada.
Afinal, entregou o comando da economia a um banqueiro que assessorou a campanha de Aécio Neves (PSDB-MG).
Seguiu a receita de Lula, que ao se eleger pela primeira vez, escalou um banqueiro do PSDB para o comando do Banco Central. No Ministério da Fazenda pôs Antonio Palocci, que não entendia de economia, mas que era do PT.
Ocorre que Dilma não é Lula.
Não tem o carisma dele, nem a habilidade, nem a liderança, nem o cinismo para culpar seus adversários por qualquer erro.
Lula faz política com prazer. Dilma detesta. Lula afaga os aliados até quando os contraria.  Dilma espanca.  Lula governou com o gogó. Dilma usa o gogó para repreender auxiliares.
Pode dar certo? Não sei. Divertido está.
Não tem preço ver petistas da gema estupefatos. Sem voz. Como Dilma.

ONU: pobreza para de cair na AL e número de indigentes cresce no Brasil

Indicador na região se mantém no mesmo nível desde 2012, segundo um dados da Cepal
Sonia Corona, El País
A América Latina permanece com os mesmos níveis de pobreza de 2012. A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal, um órgão da ONU) publicou um relatório no qual revela que 28% da população da região está abaixo da linha de pobreza.
O estudo Panorama Social da América Latina 2014 mostra um estancamento desses índices nos últimos três anos. “A pobreza persiste como um fenômeno estrutural que caracteriza a sociedade latino-americana”, concluiu a Comissão.
Durante 2014, a região se beneficiou da recuperação econômica mundial e manteve um crescimento de 2,5%, superior à média mundial de 2,2%. Entretanto, a Cepal admitiu que esse impulso de pouco serviu para o combate à pobreza. “A recuperação da crise financeira internacional não parece ter sido aproveitada suficientemente para o fortalecimento de políticas de proteção social que diminuam a vulnerabilidade frente aos ciclos econômicos”, indica o relatório.
Além disso, o estudo observa que a taxa de inflação da região aumentou de 5,3% para 6,8%, puxada principalmente pela alta dos preços na Venezuela.

Mulher busca restos de alimentos na Cidade do México (Foto: Saúl Ruiz)Mulher busca restos de alimentos na Cidade do México (Imagem: Saúl Ruiz)
 

Máquina retroescavadeira está abandonada na antiga prefeitura de Santa Cruz


Ao passar pela BR 226, é possível ver o galpão da antiga prefeitura de Santa Cruz, e no pátio são guardados os vários veículos da prefeitura e algo que chama atenção é uma máquina retroescavadeira que está praticamente abandonada há e vários meses e o que poderia estar servindo para cavar cacimbas na zona rural para tentar amenizar a crise de água, fazendo barreiros, recuperando estradas viscinais e outros serviços, está completamente jogada as baratas e nada é feito.
Essas máquinas são garantidas através de recursos federais e repassadas aos municípios para os diversos  trabalhos, mas infelizmente isso não está acontecendo. Atenção prefeitura vamos consertar e colocar a máquina para trabalhar, pois é um investimento do governo federal e que é de muita serventia para a população e, principalmente para a zona rural.
Blog do Joseilson

Marta Suplicy reforça críticas a Dilma e ao PT



São Paulo (AE) - A senadora Marta Suplicy (PT-SP) voltou a criticar a presidente Dilma Rousseff e a condução da política econômica, gerida sem “transparência”, “confiança” e “credibilidade”. Após listar uma série de problemas que o País atravessa, da economia à saúde, a senadora decreta: “A peça se desenrola com enredo atrapalhado e incompreensível. O diretor sumiu”, escreve Marta, no artigo publicado no jornal Folha de S. Paulo.

Elza FiúzaMarta Suplicy deverá sair do Partido dos Trabalhadores e concorrer nas eleições do próximo anoMarta Suplicy deverá sair do Partido dos Trabalhadores e concorrer nas eleições do próximo ano

O texto de Marta Suplicy tem críticas às recentes medidas adotadas pela equipe econômica da presidente, chamadas de “maldades”, e diz que Dilma está “fazendo a vaca engasgar de tanto tossir”. “É óbvio que ela sabe o tamanho das maldades que estão sendo implementadas para consertar a situação que, na realidade, não era rósea como foi apresentada na eleição”, afirma.

Por outro lado, Marta diz que falta apoio de Dilma aos nomes que escolheu e acusa a presidente de “desautorizar” um membro da equipe. Marta se refere ao caso da mudança da regra do salário mínimo, anunciado pelo ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, e desmentido em nota no dia seguinte. “A situação persiste sem clareza do que pensa a presidenta”.

Marta coloca a presidente na mira também do PT ao lembrar das críticas feitas pela Fundação Perseu Abramo às medidas impopulares adotadas no início deste segundo mandato. As críticas da senadora se estendem também ao PT - hoje insatisfeito com a presidente, mas que “vive situação complexa”. Marta acusa seu partido de ter “embarcado no circo de malabarismos econômicos” e prometer um futuro sem agruras, mas “agora está atarantado sob sérias denúncias de corrupção”.

Para a senadora, faltou transparência ao governo na condução da política econômica e no discurso eleitoral. “O simpatizante PT não entende o porquê. Se tudo ia bem, era necessário alguém para implementar ajustes e medidas tão duras e negadas na campanha? Nenhuma explicação”, argumenta.

COLUNA DO DIA



MUDANÇAS
Pelos lados do Tribunal de Contas do Estado mudanças a caminho e muitas. Fala-se que o presidente da Corte, conselheiro Carlos Thompson, modificará as atuais lotações de nada menos que 80 pessoas, entre comissionados e requisitados.
SUCESSÃO
E ainda no Tribunal de Contas, entre os auditores as articulações já começaram com vistas a vaga que será aberta com a aposentadoria da conselheira Adélia Sales, o que deverá ocorer daqui a três anos.
MUDANÇAS
Deputado reeleito pelo PMDB, Hermano Morais já não esconde o desconforto em se manter no partido. Aos mais próximos vem confidenciando que pretende deixar a legenda. Aderir a gestão do prefeito de Natal Carlos Eduardo não faz parte dos planos do deputado.
RECADO DADO
A entrevista do deputado estadual Leonardo Nogueira ao POLÍTICA EM FOCO, defendendo a união dos Rosados foi vista por muitos como um recado de poucas palavras.
FRUSTRADA
A ex-prefeita de Natal Micarla de Sousa já estava prontinha para seguir rumo a sua temporada nos Estados Unidos. A política havia, inclusive, feito despedida na igreja que frequenta. Todo projeto abortado: a Justiça proibiu Micarla, que é ré no processo da operação Assepsia, de deixar o país.
MOSSORÓ
Cotada para assumir a Secretaria de Justiça e Cidadania, Trícia Rosado Maia, sobrinha do deputado federal Betinho Rosado, terminou ficando mesmo foi com a Assessoria Jurídica da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Pressão sindical faz governo rever novas regras do seguro desemprego

carteira de trabalho


O jornal Folha de São Paulo, edição de hoje, traz a informação de que o Governo Federal poderá rever novas regras do seguro desemprego devido a grande pressão dos sindicatos. Segundo a reportagem, a equipe do alto escalão da presidente Dilma já sabe que se não mudar, a Media Provisória não será aprovada no Congresso

Marina diz que Rede se decidiu por ‘independência’ no Governo Dilma



Da Agência Estado:
A ex-presidenciável do PSB Marina Silva afirmou nesta segunda-feira, 26, que o País vive graves crises econômica e ambiental que teriam sido encobertas na campanha eleitoral. Esquivou-se, porém, de criticar explicitamente o governo Dilma Rousseff pelos problemas. Em evento para receber assinaturas de apoio ao partido Rede Sustentabilidade, quando instada a se posicionar sobre as medidas do governo para ajustar a economia, Marina não respondeu diretamente. Apenas disse que suas opiniões “já estão nas redes sociais”.
Antes, em discurso, a ex-presidenciável dissera que a Rede se decidira por uma postura de “independência”. Fora, porém, enfática em algumas críticas, embora sem mencionar nenhum nome.
“Não se pode fazer um discurso para ganhar e um discurso para governar”, discursou. “É preciso ter coerência e fazer aquilo que é necessário. Fizemos uma reunião da direção nacional da Rede em que colocamos claramente que teremos uma posição de independência. E por que independência? Eu sempre dizia: precisamos quebrar a lógica da oposição pela oposição, que só vê defeitos onde existem qualidades que são evidentes; e acabar com a lógica da situação pela situação, que só vê virtudes, mesmo quando os erros são evidentes.”
Marina repudiou as críticas de que um de seus erros na campanha foi ter apresentado um programa de governo, que virou alvo de ataques. Afirmou que, para governar um país do tamanho e importância do Brasil, um candidato deve mostrar que pretende.
Foto: assessoria Marina Silva
Foto: assessoria Marina Silva

Mais de 70% dos candidatos aprovados na UERN pelo SiSU são do Rio Grande do Norte



O resultado do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), divulgado nesta segunda-feira, 26 de janeiro, revela que 71,49% dos candidatos aprovados na UERN em primeira chamada são do Rio Grande do Norte.
Com candidatos de 21 Unidades Federativas aprovados, a UERN atraiu o interesse de estudantes de todas as regiões do Brasil, mas os potiguares prevaleceram – foram convocados 943 candidatos do Rio Grande do Norte nesta primeira chamada. O Ceará também teve um número expressivo de candidatos aprovados na UERN – foram classificados 224 candidatos cearenses, um percentual de 16,98%.
“Quando discutíamos a implantação do SiSU havia, por parte de algumas pessoas, o receio de que estudantes de fora tomassem as vagas dos alunos do nosso Estado. Sempre defendemos que isso não ia acontecer, o que foi comprovado por esses números. A UERN continuará prestando seu papel de formar profissionais em todo o Rio Grande do Norte e, com o apoio do Governo Federal, a partir da adesão ao SiSU, poderemos planejar novas ações de assistência estudantil”, afirma o Reitor Pedro Fernandes.
O diretor da Comissão Permanente de Vestibular (COMPERVE), Prof. Egberto Mesquita, acredita que esse percentual de candidatos do RN deve aumentar na segunda chamada. “Muitos candidatos são classificados nas duas opções de curso e escolhem permanecer próximo à sua cidade de origem. É importante, agora, os candidatos ficarem atentos aos prazos de matrícula”, orienta Egberto.
sisu uern

Ministério Público do RN propõe parceria do Governo do RN para evitar sonegação


Procurador geral de Justiça Rinaldo Reis Foto: ampern.org.br
politicaemfoco.com


O Procurador-Geral de Justiça do Rio Grande do Norte, Rinaldo Reis Lima, e o governador Robinson Faria serão recebidos amanhã pelo governador de Minas Gerais Fernando Pimentel, durante audiência na sede do governo, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, quando verificarão in loco um projeto de articulação, integração e de estruturação dos órgãos estaduais no